Dos 10 sites mais acessados no Brasil, 4 são Redes Sociais e 2 pornôs.

Acessar um site sem ser notado, não existe. São cookies, tracks e muito mais, rastreando cada passo de um acesso. O mapa de calor, por exemplo, revela quais são as áreas quentes de um site, definindo assim as áreas nobres de uma publicação. O Google Analytics levanta as métricas de acesso e permanência, aproveitando para coletar dados que entregarão os anúncios mais eficientes para cada audiência. Há uma estrutura base e ela precisa ser respeitada.

Para Camila Collaço, Designer de sites aqui da KAKOI, a disposição das informações precisa obedecer uma série de fatores, o principal deles, hierarquia da informação: 

"Muitas vezes o cliente chega com uma ideia pronta na cabeça, quer isso aqui, aquilo acolá, mas na verdade essa decisão não cabe a ele, nem mesmo a mim, cabe aos objetivos da empresa e o perfil de consumo do público alvo. Esses dados nos dirão que tipo de disposição o site pede e como oferecer o melhor design possível."

Camilla Collaço - Designer de Sites da KAKOI

Há alguma tendências que podem ser seguidas, assim como a responsividade, e, principalmente, o desempenho do site e do servidor para o Google. É no Google, que as vendas, as prospecções e os leads acontecem. Se um site não tiver um desempenho absolutamente harmônico, com altas notas, não importa a “cara” que ele tiver, está fadado ao fracasso.

Essa semana o SemRush divulgou sua tradicional lista dos sites mais visitados no Brasil. Dos 10 primeiros colocados, 4 são redes sociais e 2 são sites pornôs. 

Qual é a semelhança entre eles?

Todas. Basicamente, com o mesmo público alvo, o designer tem pouca manobra no layout. No caso dos sites de notícias, por exemplo, UOL e Globo, temos uma grande chamada e uma imagem de destaque com um ou outro penduricalho. Importante notar, que a partir deste ponto, a hierarquia de informações também está posta:

"No caso dos sites de notícias, por exemplo, se antes tínhamos quase que uma cópia do impresso, hoje temos páginas que valorizam conteúdos mais interessantes e com chamadas que indicam o clique. É disso que vive o jornal, já o caso de redes sociais ou sites adultos a questão está na permanência, portando, são imagens chamativas, que despertam a curiosidade. Estudar, sempre o público chave, esta é, com o perdão do trocadilho, a chave do sucesso."

Camilla Collaço - Designer de Sites da KAKOI

Confira os 10 sites mais acessados no Brasil

youtube.com – 4.2 B de visitas
google.com – 1.4 B
xvideos.com – 830.9 M
uol.com.br – 411.1 M
globo.com – 399.5 M
pornhub.com – 326.8 M
facebook.com – 314.1 M
twitter.com – 221.0 M
instagram.com – 217.9 M
wikipedia.org – 200.2 M.

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
KAKOI Comunicação