PROCURANDO ALGO?

A dúvida do site da sua empresa: ter ou ter?

Data: 17 de outubro de 2013
Autor: Ediney Giordani

Você ter um site é item obrigatório na comunicação atual. Não se discute isso e se você ainda discute precisa rever com certa pressa os seus conceitos de comunicação. Um site é agora um lugar para te encontrar e será no futuro o seu maior conversor de vendas.

Rapidamente o mundo, e o Brasil acompanha muito bem, torna-se virtual. Em alguns países da Europa já é comum o pagamento de contas através do telefone celular, nos Estados Unidos algumas grandes redes, como a Starbucks, já testam a tecnologia, Em São Paulo 2 ou 3 estabelecimentos fecharam parceria com a Vivo para tornar isso possível. O que isso nos diz? Nos diz que precisamos estar antenados com a tecnologia para continuarmos a vender, as relações físicas de comunicação, folders, cartão de visita, panfleto, jornais, começam a cair em um ostracismo que não sairão.

Acalmem-se boas almas você não precisa oferecer, já, todas as tecnologias, já falamos sobre isso aqui, mas você tem que saber que isto logo ocorrerá, portanto o mínimo que você deve ter é um site bom. E afinal de contas, o que é um site bom?

Neste caso tem receitinha de bolo, acompanhe:

* Um bom site precisa funcionar bem em todos os browsers, sim existe vida fora do Internet Explorer e do Chrome.

* Todas as informações importantes precisam estar visíveis em todas as telas, telefone, endereço, email, enfim, o que você quer que o seu cliente saiba tem que estar com fácil acesso.

* Entenda que se você não tem estrutura para competir, ofereça o básico. Por que colocar notícias em um site se ele não irá virar referência naquilo ou ainda trará apenas conteúdo de terceiros?

* “Venda” seu produto no site. Isso não quer dizer a venda pela internet, ela é importante e pode ser agregada, mas apresente fotos que representem o seu serviço. Mostre o que você faz, como você faz e qual é o diferencial da sua empresa frente a empresa do seu concorrente.

* Peça depoimentos para seus clientes. Ter pessoas falando bem de você é um dos fatores que incentivam e se tornam fatores de decisão na hora da compra.

* Seja claro sobre a forma de trabalho e pelo amor de Deus não escreva que você faz “orçamento sem compromisso”, é o mínimo que se espera de uma empresa séria. Mostre que os produtos que você usa são de qualidade, que as pessoas são treinadas e que você tem a boa intenção de fornecer um serviço de qualidade e cortes.

* Tenha uma página apresentando-se, diga o que é a sua empresa, como ela nasceu, por que nasceu. Isso cria empatia com o público.

* Tenha um site harmônico com a sua marca, lembre-se que os sites devem carregar rapidamente, então encher as telas com paisagens de fundo (sim, eu já isso) ou ainda colocar zilhares de fotos não irá enriquecer o seu site.

* Tenha em mente que o objetivo principal do seu site é ser encontrado pelo Google. Tenha palavras chaves nos textos, isso é SEO, e não é muito fácil explicar em um texto conciso assim, mas em resumo é: se sua empresa vende chaves vermelhas na cidade de Curitiba, estas palavras devem estar expostas, algo como “Chaves Vermelhas em Curitiba aqui na empresa do Joãozinho”.

* Contrate uma empresa séria para fazer o site, o seu sobrinho, salvo ele trabalhe na empresa séria, não irá fazer um site como se deve, não por má vontade, simplesmente ele não sabe.

E é isso aí pessoal, em um resumo bastante apurado estas são regrinhas para sua empresa e o site dela. Acompanhe sempre nossas postagens, assine nossa newsletter que logo conversaremos mais!

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

 

VOLTAR