Home Office forçado: Como não enlouquecer

Ouça esse conteúdo online

Há os que dariam tudo por um trabalho em que você não precisasse sair de casa, é até moda com alguns influenciadores, mas quando o home office é forçado, caso que estamos enfrentando, tudo fica muito diferente.

Primeiro porque estamos enfrentando algo totalmente novo, o medo de sair de casa, segundo porque temos que unir alhos com bugalhos e fazer tudo acontecer. Aqui em casa, por exemplo, tenho dois filhos, a Ana Júlia de 11 anos e o Francisco de 06. Sigo trabalhando normalmente (em casa), mas agora preciso unir o trabalho normal com o de babá, de diarista, de professor e também ser pai. Não é fácil.

A tv e o celular são aliados, não adianta a grita de não deixar muito tempo na frente da tela, em condições normais de temperatura e pressão, concordo, mas o caso é diferente.

Se você nem home office está conseguindo fazer, está em casa pensando em quanto tempo leva para perder o emprego, sim, porque dinheiro não se fabrica em árvores, eis algumas dicas para aliviar um pouco a tensão. Se souber de outras, por favor, compartilhe conosco nos comentários.

Cuide de você

O fato é que nada é mais importante do que você mesmo, então, medite, durma, sonhe, faça uma horta, organize suas músicas. Mas não, não fique 24h vidrado em notícias que só farão aumentar o medo. Você precisa de informação e não de loucura.

Faça cursos de aprimoramento ou diferentes

Há centenas de cursos que você pode fazer de meias e pijamas estando em casa e com acesso a internet. Pode, por exemplo, fazer os cursos do Google ads e tirar a sua certificação, será um belo diferencial quando voltar ao mercado. A fundação Getúlio Vargas colocou “de grátis” 56 cursos online de diferentes áreas. O facebook, também tem seu curso. E o seu inglês, como anda? Há dezenas de aplicativos e vídeos de Youtube e Instagram que vão aprimorar o seu “english”. Você pode acabar descobrindo um novo dom ou paixão.

Vá para o passado

Ok, você pode não ter um Delorean a sua disposição, mas as imagens antigas, os álbuns de família estão aí para te lembrar de coisas que vão te surpreender. Veja como você e todos a sua volta mudaram, como a vida te levou por caminhos que você nem sequer imaginava, isso é ótimo. Compartilhe essas fotos com a sua rede.

Não fique sozinho

Ainda que fisicamente sozinho, você não precisa estar só. Ligue para as pessoas, faça chamadas de vídeo, organize encontros virtuais com a sua antiga turma de colégio ou a sua turma de trabalho. Funde o clube do livro do Instagram e faça chamadas com várias pessoas ao mesmo tempo. Gaste seu tempo falando porcaria, não importa, não se sinta só.

 Leia, leia e leia

Bom, com certeza você recebeu no seu celular dezenas de Pdfs de livos, não é a coisa mais legal de todas, mas já que não pode sair… Além disso, a Amazon, através do Kindle. colocou vários livros grátis nesse período de quarentena. Então, se você não tem o hábito da leitura, talvez seja um bom momento para descobrir.

Não é fácil, não está fácil e não será fácil, mas se cada um de nós fizer a sua parte, tenho certeza que iremos vencer essa batalha. Conte comigo, conte conosco.

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest