PROCURANDO ALGO?

Mulheres, atenção! Como se livrar do pesadelo do Tubby!

tubby 2As mulheres estão nervosas, e com muita razão, com relação ao programa Tubby – que vai chegar logo por aí. O programa é  o principal rival do aplicativo Lulu, resolveu liberar a função de descadastro prévio para mulheres. Com medo de que  haverão hashtags ofensivos, agora as moças podem não ser avaliadas – mas para tal,  basta seguir alguns passos para remover o perfil da base de usuários. Visto no CanalTech (matéria original aqui), e vale dar uma divulgada legal aí

Em primeiro lugar, é preciso acessar o site oficial do app, e em seguida, clicar em “Remover perfil do app“. O site fará uma sincronização com sua conta no Facebook e pedirá para acessar seus dados pessoais. Se não quiser que o Tubby apareça em sua timeline, basta mudar a privacidade para “Apenas eu”. Em seguida, a mensagem de descadastro aparecerá na tela. Em alguns casos, expressões como “Fulana arregou e saiu do Tubby” também são mostradas.

tubby_1Vale lembrar que tanto o Tubby quanto o Lulu são aplicativos para desktop e dispositivos móveis que “avaliam” a performance sexual de mulheres e homens, respectivamente. Uma nota é gerada a partir de um questionário e, além disso, é possível inserir hashtags que representem pontos “positivos” e “negativos” da pessoa.

A polêmica surgiu no Brasil com o Lulu, que desde fevereiro já existia nos Estados Unidos, porém, só agora foi lançado aqui. Já o Tubby, prometido como “revanche”, tem data de estreia marcada para a próxima quarta-feira (4).

A medida de descadastro preventivo no Tubby aparece como uma provável forma de evitar processos judiciais, como o que já corre com o Lulu. Na página do app masculino, alguns usuários já reclamavam da medida no domingo (1), afirmando que “assim não tem graça”. Em resposta a um comentário no post que avisava o descadastro, a própria equipe do app afirmou que “é só pra diminuir o número de processos”.

Em tempo.. o site oficial desse aplicativo  está fora do ar enquanto postamos aqui… Será que já dançou?

 

 

 

Comentários Facebook

 

VOLTAR

Por Aroldo Glomb Jr.
em dentro de:
Internet, redes sociais