PROCURANDO ALGO?

Quais empresas podem – e precisam – investir em redes sociais?

redes-sociaisMuitos pensam que as redes sociais, até por ser algo relativamente novo, é ideal  apenas para empresas mais novas ou com um perfil mais jovem. O que há de verdade nisso, já que todas estão presentes nas redes?

Para o especialista em novas mídias da kakoi Comunicação, Ediney Giordani, engana-se quem pensa que as redes sociais são algo novo, pois as empresas já abraçaram  essa causa.

“Todos os dias chega conteúdo nas redes sociais, de todos os lados. O Facebook, por exemplo, é um mar de de empresas, serviços ou produtos que surgem na nossa timeline” explica Ediney.

O especialista usa como base os números da ComScore, que foram levantados em fevereiro deste ano no Brasil mostrando que o internauta tupiniquim passa quase 13h por mês online apenas surfando nas redes sociais – mais do que o dobro de tempo médio que o resto do planeta gasta.

“É preciso perceber que, mais do que uma apenas um meio de relacionamento entre uma marca e seus fãs, as redes podem ser usadas de muitas maneiras. Falando das redes como algo comercial,  é preciso uma estratégia online da  empresa, algo mais segmentado e personalizado” afirma Ediney, apontando as mudanças de comportamento de consumo através de aparelhos como smartphones.

O que comunicar?
E sobre as diferenças em termo de comunicação entre empresas novas e as que estão com algum tempo de existência, já consolidadas no mercado há muito tempo, Ediney entende que vai depender da estratégia adotada e do valor destinado ao projeto.

A história da empresa é um aliada
Ediney explica que uma empresa jovem pode usar, como arma na comunicação dentro das redes sociais, o artifício da novidade no mercado, do novo.

“Empresas menos conhecidas precisam ser vistas e mostrar quais seus valores, seus produtos. Já as empresas maiores – ou gigantes até – podem se beneficiar da experiência, mostrar que estão no mercado há X anos e possuem tradição no ramo. Enfim, todas as empresas precisam estar nas redes, mas cada uma com a sua estratégia” finaliza Ediney.

Comentários Facebook

 

VOLTAR

Por KAKOI
em dentro de:
Comunicação, Internet