PROCURANDO ALGO?

Que cara tem a sua empresa?

Outro dia recebemos aqui na kakoi um vendedor que vendia tecnologia. Começamos a conversar e aos poucos fui descobrindo que ele não estava completamente inteirado do tema, até aí, ok, pode ter entrado há pouco tempo na empresa, pode ainda estar em período de treinamento, desculpas aceitas.

Aos poucos fui dando atenção ao material de apresentação de vendas disponibilizada ao vendedor e vi alguns erros crassos na apresentação do produto:

  • O material não tinha uniformidade entre si;
  • O material não era “vendedor” ou seja, mais parecia um manual de instruções do que um material de venda;
  • Apesar de vender tecnologia sua proposta gráfica não apresentava soluções tecnológicas como o QR Code, por exemplo;
  • Não era atrativo, não tinha vida.

Algumas empresas investem muito dinheiro em uma comunicação ineficaz e sem apresentar soluções para os seus próprios problemas de backstage, por exemplo;

  • Adianta colocar o site no material de venda se o site não é bom? Não tem navegação amigável?
  • De que adianta contratar o melhor vendedor se este não tiver suporte para para executar o seu serviço da melhor maneira possível?

Outras empresas gostam e muito de investir em publicidade, fato que todos incentivamos, apenas não incentivamos você jogar dinheiro pela janela, vamos um fato verídico com nomes alterados:

A triste história de Joãozinho…

Joãozinho tinha uma fábrica de carrinhos, ele gostava de investir em anúncios Adwords e investia pesado, porém o que Joãozinho esquecia é que as pessoas iriam clicar em seu anúncios para comprar os tais carrinhos.

Depois que clicava o usuário tinha uma péssima experiência: Joãozinho esqueceu que cada campanha de Adwords merece um hotsite específico. Esqueceu que as informações básicas como formulário de contato, email e telefone tem que estar sempre a mão do usuário. Assim, a campanha de Adwords do Joãozinho foi um sucesso em conversão de cliques, porém foi um fracasso em conversão de vendas.

Em outra oportunidade Joãozinho resolveu que esse negócio de internet não dá resultado, o certo era investir em rádio, tv e jornal, a chamada mídia tradicional. Como os preços de Joãozinho eram atrativos a campanha teve um novo sucesso, porém outro fracasso em vendas e ele não conseguia entender o motivo, motivos estes que estavam vitrinados:

Principais problemas na comunicação receptiva da sua empresa

✓ Atendimento telefônico ou via email demorado
✓ Equipe não estava totalmente uniformizada com a comunicação e nem todos sabiam que a promoção começara
✓ Não havia unidade no atendimento. Alguns diziam “Alô”, outros “O nome da empresa boa tarde” e alguns faziam a comunicação padrão “nome da empresa, nome do funcionário, boa tarde”.

Todos estes pequenos problemas de comunicação levaram Joãozinho a uma reflexão pessoal:
” investir em propaganda e internet não dá certo, É jogar dinheiro fora!”

Casos como o de Joãozinho são mais regras que exceções no mundo das comunicações. Centenas de empresários esquecem que a imagem da sua empresa está em absolutamente tudo e que são nos detalhes pensados previamente que mora o sucesso ou fracasso de sua comunicação.

Por isso, fica a dica. Antes de começar qualquer movimento faça um pequeno check list do que precisa ser feito. Reuna sua equipe e mostre o que você está fazendo e o que espera dos colaboradores. Padronize a sua comunicação, os funcionários tem que saber de absolutamente tudo que o mercado sabe.

Pense nisso, faça isso.  Ao contrário do que dizia a propaganda de refrigerante, imagem é tudo, sede, neste caso, não é nada!

Comentários Facebook

 

VOLTAR

Por Ediney Giordani
em dentro de:
Comunicação, marketing