PROCURANDO ALGO?

Redes Sociais: Estratégias online em tempos de crise

Data: 29 de outubro de 2015
Autor: KAKOI

Redes SociaisNão adianta: Cada empresa tem o seu perfil, a sua estratégia, etc. Em outras palavras, não vai adiantar nada usar uma mesma estratégia que tenha dado certo com um cliente X no cliente Y. O resultado tende a ser pifio, independe do tamanho do sucesso da campanha original.

Juntando no mesmo caldeirão a crise que enfrentamos no Brasil, o desafio de um social media agora é criar um planejamento bem redondinho e que atenda as expectativas do cliente para enfrentar estes tempos mais difíceis.

Juliana Antunes, social media da KAKOI Comunicação, diz que é possível realizar uma campanha hoje em dia com toda essa crise de confiança – e dá a receita para conseguir sucesso: “Todo planejamento começa a partir da definição dos objetivos pretendidos pelo cliente. Após esta definição, são traçadas as estratégias e as táticas de atuação nas redes sociais que o cliente irá estar presente – nem sempre é interessante manter perfil ativo em todas as redes sociais, isso vai depender dos objetivos. Com estratégias prontas é hora da implantação e do acompanhamento, durante todo o tempo, ou ao final do período ou da campanha é feita a mensuração dos resultados”.

Juliana atenta para a importantância de sempre passar segurança para o cliente e alinhar de forma correta todas as estratégias, para que elas ajam em conjunto e atinjam o objetivo esperado. “Com esse posicionamento, o cliente certamente sentirá segurança na hora de fazer um investimento em redes sociais”.

Alinhando com os dias atuais
Mas será que a crise (entendendo como econômica, de confiança, etc) está afetando também os investimentos online (ou seja, menos gente investindo nas redes sociais)? Juliana afirma que diante outros meios de divulgação e comunicação, a internet se torna mais abrangente e viável, principalmente para as empresas que reduziram seus investimentos em marketing.

“O fato é que com a crise econômica que ronda nosso país, a internet, em especial as redes sociais, assumiram papel de destaque nos negócios, seja nas pequenas ou grandes empresas. As pessoas estão mais conectadas do que nunca e hoje são as redes sociais que elas recorrem quando desejam fazer críticas, elogios ou obter informações sobre as marcas de interesse” explica a social media da KAKOI, que complementa: “Por que não dar mais atenção às ações online e estabelecer com o público uma relação mais estreita?

Tendência e investimentos para 2016
Juliana percebe que a movimentação dentro do mundo “social media” está direcionada para a interatividade. “Muito mais do que anúncios ou publicações, as empresas precisam focar em algumas tendências para moldar o seu consumidor” afirma Juliana.

Ter uma retaguarda robusta como sites responsivos e que leve o cliente a respostas em poucos cliques é o norte apontado por Juliana, que complementa: “Alimentar as redes sociais com conteúdo de qualidade e oferecer suporte aos “fãs”, garantindo a interação em um prazo considerável, também é um ponto muito importante. Gerar espontaneidade é algo a ser considerado, pois as pessoas desejam ser próximas/amigas das marcas que compram”.

Falando sobre investimentos, Juliana aponta como necessário investir em marketing digital, pagando por anúncios e por mais alcance das suas postagens.

“Observe que o que se vê é que cada vez mais empresas estão investindo em publicidade digital, seja no Facebook Ads, Instagram Ads, ou até mesmo LinkedIn Ads. É através das redes sociais que suas ações produzidas por você são amplificadas e é, cada vez mais, a área na qual sua estratégia de marketing deve se basear” conclui a especialista.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

 

VOLTAR