PROCURANDO ALGO?

Se compartilhar a Ronda nas redes vai levar fatality (tundum tis)

lutaNão, brincadeirinha, não vai levar radouken e nem fatality, mas o UFC ‘numquer mais que os vídeos da Ronda estejam circulando nas redes sociais.

O motivo: são curtos demais!

Vamos explicar então!

Um vídeo de Ronda Rousey entre 10 e 15 segundos pode ser suficiente para mostrar A LUTA TODA!

Por conta disso, o formato de clipe curto adotado por redes sociais, como Instagram, Vine e Twitter, são perfeitos para divulgar as finalizações rápidas da lutadora.

Porém, depois de sua primeira derrota no MMA, a organização do UFC decidiu que não é uma boa ideia esses vídeos ficarem circulando por aí.

Apesar de não ter dado uma explicação aceitável para o “pedido”, é fácil entender por que. Afinal, por qual motivo você assistiria uma programação inteira em um canal pago se a luta mal chega ao terceiro round? Foi mais ou menos isso que aconteceu com a última batalha da ex-campeã dos pesos-galos do UFC, que caiu diante da ex-boxeadora Holly Holm no último sábado (14).

Como aconteceu em diversas lutas de Ronda, a batalha foi resumida em diversos vídeos que foram compartilhados nas redes sociais. Assim, muitos nem assistiram à transmissão do UFC e preferiram conferir os GIFs como os abaixo, que apenas resumiram o que aconteceu na luta.

Acho que ler esta postagem levou mais do que 15 segundos, vdd?

Saiu no Tecmundo!

Comentários Facebook

Por Aroldo Glomb Jr.
em dentro de:
Internet, redes sociais