PROCURANDO ALGO?

Segurança no comércio online para não perder clientes

online_vendasNão tem mais volta. O cartão é a chave o comércio eletrônico, cujo volume movimentado gigantesco só cresce, cresce, cresce… Basta analisar os números da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços para saber que estar fora da WEB é perder uma fatia importante e emergente de vendas!

Somente no primeiro semestre de 2014, o número de transações realizadas com cartões no universo online bateu 25,1% do total de transações realizadas com cartões – girando R$ 445 bilhões, com 18,8% deste montante via crédito e 6,3% por débito.

Um dos problemas gerados por compras online são as fraudes, onde o cartão de crédito do consumidor é utilizado sem seu consentimento.

Daí…
1 – o pedido é entregue no endereço do fraudador;
2 – a loja fica com o dano financeiro;
3 – o comprador precisa lidar com toda a burocracia e toda chateação (que não é pouca) para resolver tudo

Prejuízo no bolso + cliente insatisfeito + redes sociais = péssima propaganda para a sua loja.

Para quem possui um comércio eletrônico, seguem algumas dicas valiosas que deixarão o seu site mais seguro.

Use o código CVV2!
É o código de segurança, aquele número de três dígitos que fica ao lado do campo da assinatura. É importante este número pois ele pode confirmar se o suposto cliente está em poder do cartão – evitando, assim, que seja alguém se passando pelo titular;

Proteção eterna
Na hora de preparar o seu site, dê preferência e prioridade ao firewall e ao antivírus. Robôs estão constantemente atacando vários sistemas e qualquer “buraco” pode ser a porta de entrada de muita dor de cabeça. É melhor investir um pouco mais e manter tudo sempre atualizado. Para isso, invista em uma empresa que dê suporte e um host confiável.

Verificando tudo
Outra proteção para quem tem comercio online é o serviço de confirmação de endereço. Muito útil, pois assegura que o titular do cartão forneça o endereço de faturamento correto, associado à conta.

Outro serviços interessante é o “Verified by Visa”, que solicita ao titular do cartão que ele digite uma senha pessoal que confirmar a sua identidade e isso é como um nível extra de proteção.

Resumo da Ópera:
Tenha mais que um produto ou serviço bom disponível na WEB: mantenha o seu sistema seguro para evitar ataques cibernéticos e fraudes. Quanto mais segurança o consumidor sentir na hora de gastar o dinheiro dele com a sua loja, maior será a possibilidade dele voltar e gastar mais ainda – e indicar nas redes sociais o bom serviço prestado.

E para o consumidor? Como ficar atento para evitar fraudes? Fizemos um top 10 para você.

1 – Só acesse sites confiáveis
2 – Não acredite em promoções mirabolantes.
3 -Jamais preencha mais dados do que o necessário. Por exemplo, limite do cartão de crédito.
4 – Acessar sites como o Reclame Aqui para ver se há reclamações
5 – Ao ser direcionado por um anúncio, preste atenção na URL, veja se ela é a mesma da loja.
6 – Não acesse links de emails desconhecidos
7 – Trocar periodicamente a senha online do cartão
8 – Dê preferência a pagamentos com contas como PayPal, Pague Seguro ou Mercado Pago.
9 – Verifique se a loja tem endereço e CNPJ, condições obrigatórias para a venda
10 – Se o computador pedir para salvar os dados do seu cartão, diga, não!

Comentários Facebook

 

VOLTAR

Por KAKOI
em dentro de:
Internet