Por que Alguém Compra Algo em Supermercado?

A pergunta pode parecer tola, simples até, mas, acredite, não é.
Há diversas respostas diferentes para esta pergunta, porque precisa, porque está barato, são as mais comuns, mas (e o que seria do mundo sem o “mas”) a pergunta é mais profunda, fala sobre produtos que poderíamos simplesmente não comprar.

“Nem sei o que é isso com o pimentão, mas ficou bonito e quero comprar”

– As pessoas compram principalmente levadas pelos sentidos, visão, olfato, paladar.
Quem nunca comprou mais do que devia quando foi as compras com fome?

– As pessoas compram pelas causas.
Vão ao supermercado X porque ele representa tradição, ou ainda porque busca valorizar o comércio da cidade frente a grandes redes ou ainda porque o mercado Y está engajado com causas ambientais ou sociais.


A americana Whole Foods se posiciona como “quem vende comida de verdade”

– As pessoas compram pelo atendimento.
Ninguém gosta de ser mal atendido, alguns até toleram frente a uma enorme vantagem, mas tem que ser “A” vantagem. Os consumidores em geral gostam de conversar com os atendentes, melhor ainda se os conhecerem pelo nome, se forem uma “cara” conhecida. Por isso, os treinamentos são tão valorizados, e, normalmente caros.

Faça o seu show!

Supermercado Boza em Fazenda Rio Grande no Paraná

De todas as causas, o “cuidado” com a visão dos clientes é que mais chama a atenção e com certeza, é o que merece a maior atenção. Pensa assim: no setor de hortifrúti, a disposição dos legumes ou frutas pouco importa, desde que não sejam apenas jogados e amassados, o resultado será o mesmo. Mas, então, por que perder tempo dando show?

Como assim?
Sim, show!

Tudo que qualquer pessoa ou empresa faz deve ser um show, e quando as marcas apelam para o show visual, isso apela para vários sentidos, e a surpresa nos dá prazer. Isso é explicado porque a surpresa ativa áreas de estímulo de prazer no nosso cérebro e injetam boas doses de dopamina, que fazem essas experiências serem mais prazerosas.


Cuidado com o vazio

O contrário também é verdade: quando o consumidor chega a um supermercado e encontra bagunça, prateleiras vazias, desperta tristeza e decepção, fazendo com que o cliente queira deixar o local rapidamente, ou seja, comprando bem menos do que poderia.

Antes de dispor produtos em gôndolas, pense no “show” que você irá dar aos seus clientes,  que tipo de supresa irá trazer.

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest