PROCURANDO ALGO?

Por KAKOI
em 9 de agosto de 2019 dentro de:
Boas Práticas, redes sociais

Publicidade para área médica – é possível mas é preciso seguir regras

O senso comum dá conta de que na área médica não é possível fazer praticamente nada em publicidade, mas isso não é verdade. Os profissionais da área médica, podem sim, se utilizar de técnicas de publicidade, como redes sociais, por exemplo, porém, há regras claras e específicas e elas servem para proteger tanto os médicos quanto os pacientes.

Vamos conhecer algumas delas?

Especialista:

Segundo a lei qualquer profissional de medicina pode atuar em qualquer área de medicina, por exemplo, qualquer médico pode trabalhar como dermatologista, porém, não pode assinar como um especialista, para tal, precisa ter o RQE – isso está descrito no Artigo 117. Portanto, em toda publicidade que vier a fazer, para se posicionar como especialista em uma área específica precisa ter o número de RQE.

Para deixar mais claro: Em uma peça de rede social, por exemplo, é necessário incluir:
Nome do médico – CRM com estado e RQE.

Somente no estado do Paraná, 2/3 dos médicos possuem um título de especialidade, ou seja, possuem RQE.

O CRM-PR possui uma comissão para averiguar eventuais abusos na publicidade médica, o CODAME. Ele recebe denúncias, desde que não  sejam anônimas e também busca ativamente por irregularidades.

Pacientes e Preços.

Duas práticas comuns que geram muita discussão e são proibidas é a promoção de preços e resultados. A medicina é ciência, portanto, não é exata. Não se pode prever ou prometer um resultado específico de um procedimento cirúrgico, a relação médico-paciente é que irá mostrar os riscos e expectativas dos procedimentos.

Outra prática proibida pelo CRM é a concorrência via preço, algo como “Dia do Botox com 20% de desconto” é proibido. Esse tipo de prática tira a ciência da profissão e acaba canibalizando o mercado por preços, mais uma vez a relação deve ser construída na base da confiança e não de um eventual desconto. Isso não quer dizer que você não possa utilizar política de preços para recompensar pacientes, mas entenda, para recompensar pacientes e não conquistar pacientes.

Vamos a um exemplo:

Você atende há algum tempo no consultório e formou um mailing com seus pacientes, para esta lista fechada, e só para ela, você oferecer vantagens baseadas no preço e somente neste caso.

Utilizar pacientes em fotografias de resultados como “antes e depois” é uma prática não recomendada pelo CRM. Isso cria expectativas de resultados nos pacientes algo que, como falamos logo acima, não é permitido.

Algumas dicas para promoção de profissionais médicos

  • Mantenha uma lista de endereços atualizada com seus pacientes
  • Para demonstrar procedimentos utilize vídeos, modelos contratadas ou ainda bonecos
  • Faça vídeos explicativos curtos em locais distintos de seu consultório
  • Tenha uma rede social privada para sua vida pessoal e outra, aberta, para suas atividades profissionais.
  • Lembre-se de manter uma linguagem elegante, porém, acessível em sua comunicação
  • O ideal é deixar uma equipe profissional cuidar da sua comunicação

Comentários Facebook