menu

Uma mensagem fortíssima, por Gerardo Arancioni

O tema hoje é te ajudar com “coisas reais” … não deixe de ler até o final! Para sobreviver, as empresas têm a obrigação de definir uma mensagem fortíssima (a ideia distintiva). Feito isso, a “mensagem fortíssima” tem que ser veiculada para o nosso público alvo. Para fazê-lo temos, entre outras, a oportunidade de contratar uma agência de publicidade.

O interesse gerado através dos canais utilizados pelas agências, volta para o cliente em forma de oportunidade de vendas (podemos chamá-lo de lead) que tem a incumbência de concretizar as vendas.

Não entro no mérito de como são feitas as coisas, só evidencio que o dever de uma agência é “só” (muito entre aspas), veicular a mensagem para a maior quantidade possível de clientes potenciais. É nisso que se mensura a eficiência de uma agência. Erram elas, quando fazem promessas erradas: resultados de vendas. Da mesma forma erram os clientes em cobrar resultados de responsabilidade deles: resultados de vendas.

Conheci no meu percurso centenas e centenas de agências e, de todas elas, aquela que mais gera volume de clientes interessados, em outras palavras que melhor exerce o seu papel, chama-se KAKOI. Inevitavelmente começamos uma colaboração.

Mas o assunto não é esse. Esta premissa serve só para lhe dizer que na última sexta-feira, a KAKOI lançou uma belíssima mensagem ao mundo. Mensagem fortíssima sobre a essência da KAKOI. Lançou o site “Entrega Curitiba” que foi desenvolvido para ajudar pequenos empreendimentos a fazerem entregas, sem precisarem pagar as altas taxas cobradas pelos aplicativos do gênero.

O proprietário da KAKOI Comunicação, Ediney Giordani, conta que a ideia surgiu a partir da dificuldade de muitos empresários em manter funcionando seus negócios, especialmente com as altas taxas cobradas pelos aplicativos de entrega. “A gente sentiu que os empresários estavam com dificuldades de manter as portas abertas e eles começaram a apelar para aplicativos como Ifood e Rappi. Algumas dessas plataformas cobram taxas de até 30% dos estabelecimentos, o que deixa toda a cadeia mais cara, inclusive para o consumidor final”, disse Giordani.

O empresário decidiu então criar um site em que estabelecimentos e clientes se comunicam diretamente, sem precisarem da intermediação dos apps. E tudo de graça, tanto para quem anuncia, como para quem acessa.

Os interessados em se cadastrar na plataforma precisam apenas cumprir com duas premissas: fazer entregas e ser de Curitiba. Para acessar o site, basta clicar aqui.

Excelente exemplo!

Um grande abraço, Gerardo Arancioni
Affare Fatto

Compartilhe este post:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest