PROCURANDO ALGO?

E-mail Marketing ou Newsletter – o que usar?

Há tantas estratégias diferentes em uma ação de comunicação que as vezes fica difícil sabermos qual é a mais adequada para nós. Entre elas estão o E-mail Marketing e a Newsletter. Mas primeiro: qual é a diferença entre elas?

E-mail Marketing 
Essa modalidade é uma das mais comuns na web, usada principalmente pelo mundo do ecommerce, são ofertas, promoções, ofertas relâmpago e muito mais. Isso é o popular, e-mail marketing.

Newsletter
Aqui é relacionamento. Ele também é chamado de boletim, porque seu objetivo primário não é vender imediatamente, são dicas, notícias, ebooks, vídeos, enfim, tudo aquilo que mostra a autoridade da marca em relação a um tema específico é Newsletter.

Essas estratégias tem em comum algumas necessidades básicas tais como um bom disparador de email. O Mailchimp é uma ferramenta reconhecida no mercado e que até 2000 mil cadastros e 10 mil envios é gratuita com alguns limitantes em relação a versão paga. Outra ferramenta que vem conquistando o mercado é a portuguesa E-Goi, um pouco diferente do macaco (Mailchimp) ela tem alguns recursos extras como o SMS e uma “nota” que o sistema dá para o seu email para que você evite a temida caixa de spam.

Há dezenas de ferramentas no mercado como a SendinBlue e Dinamize, o importante é usá-las de maneira correta, seguir todas as configurações indicadas pelo sistema e claro: ser relevante. Há muitas coisas que facilitam que o seu email caia no spam como a palavra “grátis” ou palavras alarmistas “Veja Agora”, “Você não vai acreditar”… enfim, essas iscas de redes sociais, definitivamente não funcionam em emails.

Nós aqui da KAKOI recomendamos a ferramenta GetResponse – você pode clicar aqui e conhecê-la.

Não vou entrar aqui nas minúcias técnicas de se criar um email seja ele de boletim ou de marketing, mas, jamais utilize imagens muito pesadas, não use uma única imagem, não envie email para quem não pediu, e aqui, temos que falar de uma polêmica.

LeiaFerramentas de Marketing Online para vender mais

Lista de Emails

O certo, certo mesmo é: você cria o seu banco de dados aos poucos, junto com seus clientes, faz campanhas para arrecadação de “leads“, disponibiliza materiais ricos como “ebooks” ou “webinars” em que a pessoa ao se inscrever dá à você o email e a partir daí passa a fazer parte da sua lista. Isso é o certo.

Mas, e sempre tem o “mas”.

Há os que querem encurtar o caminho e comprar “leads”, comprar uma listagem de emails. Há diversas empresas no mercado que fazem esse tipo de venda, desde compra pelo Cnae (atividade da empresa), passando por gênero, cidade, enfim… Ocorre, porém, que esse caminho pode ser obscuro, você (ou seja, a sua URL) pode muito facilmente cair na temida lista de block dos emails e assim, automaticamente, ter todos os seus emails enviados diretamente para a caixa de spam. Muito cuidado ao se apoiar nesse recurso, ele pode ser útil, mas sugere-se, parcimônia.

LeiaA importância de um Mailing Qualificado

Agora você já conhece a diferença entre newsletter e e-mail marketing. Já sabe que essas estratégias podem ser extremamente úteis para a sua comunicação, então, bora colocar isso em prática.

Em 2015 falamos sobre o Email Certo para a Pessoa Certa, confira:

Já em 2016 demos cinco dicas para você enviar E-mail Marketing, ainda atual.

Comentários Facebook

 

VOLTAR

Por Ediney Giordani
em dentro de:
Comunicação, Email Marketing