PROCURANDO ALGO?

05 erros comuns na hora de criar a imagem da sua empresa

Data: 5 de janeiro de 2015
Autor: KAKOI

logoNão é difícil perceber alguns equívocos clássicos em algumas marcas empresariais por aí. A vontade de criar uma imagem que represente os ideais de uma empresa pode gerar resultados equivocados – e até mesmo cômicos – quando se atropela todo o processo de criação.

Carol Macedo, diretora de arte da kakoi Comunicação, listou os cinco pecados mais comuns que muitas empresas acabam fazendo na hora de criar a sua identidade visual.

Primeiro Pecado: Plágio
O primeiro deles acaba sendo o mais óbvio de todos na visão de Carol, e por um motivo bem óbvio. “Se a identidade não for única, ela não será lembrada facilmente pelos consumidores da marca. O mais importante para uma marca é que ela seja top of mind para os usuários daquele produto, isso faz toda a diferença na hora da compra”.

Além do mais, Carol lembra que plágio é crime.

Segundo Pecado: Salada de Fontes
Sim, é isso mesmo. para a diretora de arte, o ato de misturar fontes diversas não passa a mensagem adequada às pessoas. “É simples assim. Quem estuda ou estudou tipografia sabe que cada fonte transmite uma mensagem diferente”.

Carol explica, de maneira simples pois cada caso é um caso, o uso das fontes serifadas – que trazem a sensação de credibilidade – usadas junto com as não serifadas – uma opção mais contemporânea. “Queremos uma mensagem clara, certo? Então a dica é usar, no máximo, duas fontes diferentes: uma para título e outra pra texto corrido” exemplifica.

Terceiro Pecado: Falta de Legibilidade
Carol Macedo acredita que todo mundo quer que sua marca seja lembrada, reconhecida e acima de tudo entendida, e para isso é preciso haver legibilidade. “ Como vamos identificá-la se não tiver legibilidade? Em um primeiro olhar, precisamos entender o que ela diz. Se ela não for adequada, em algumas impressões pode não ser legível. É preciso cuidar muito com a integridade dela” completa.

Quarto Pecado: Clichês Visuais
Um pecado muito comum, em se tratando da iconografia da marca. Carol acredita que inovação é a chave para escapar deste pecado. “Falamos de ícones e recursos gráficos já batidos e ultrapassados. Devemos criar uma identidade totalmente nova. Da mesma forma como falamos do plágio, ela precisa ser top of mind e para isso precisar ter características únicas que se identifiquem com a marca. Então, nada de usar o que já tem muito por aí, vamos renovar” completa Carol.

Quinto Pecado: Deixar que o Cliente Tome Conta do Projeto
É exatamente isso. Uma grande dificuldade que os diretores de arte enfrentam ao executar um projeto visual, na visão de Carol, é de que todos querem meter o bedelho. “Todos querem deixar sua marquinha lá. Acreditam que podem escolher a cor e a fonte para o job, sendo que não. Normalmente, o cliente não é formado em design ou publicidade”.

Carol Macedo reforça que existem estudos para tudo que é feito em um trabalho gráfico e a partir do momento em que o cliente altera do jeito que ele acha ser melhor – e não o que é melhor de fato -, a identidade perde um pouco do desempenho que talvez ela tivesse.

Como a própria Carol Macedo finaliza, “… cada um no seu quadrado”.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

 

VOLTAR