PROCURANDO ALGO?

Fechar

Ok, Google, Alexa, Hey, Siri – estes são os nomes dos seus novos vendedores através da voz

Vender é uma arte milenar. Há cursos, especializações, pós-especializações, doutorados. O mundo sempre pertenceu ao que vendia, não a quem inventava. Olha a Apple e seu vendedor extraordinário, Steve Jobs. Agora, a venda muda. A partir de agora (na verdade já começou há algum tempo mas eu quis dar um ar dramático ao texto) vendedores estão sendo substituídos por redatores, designers e programadores.

Ok, Google, Alexa, Siri… e muitos outros e ainda mais os que estão por vir, essa é, e será, a voz de toda essa galera.

Mas o que acontece agora?
Segue o fio…

Dados da Go-Gulf indicam que até 2021 cerca de 1,8 bilhão de pessoas estarão, de alguma forma, utilizando serviços de assistentes virtuais. Esse naco do mercado já movimentou US$ 3 bilhões em 2017 e, até 2021 passará de 15 bilhões.

Mas, tem mais.

Ao menos 40% dos millennials já utilizam as assistentes virtuais para pesquisa, perguntas ou fazer compras.
Então, atenção: isso já está acontecendo, não é amanhã, não é no futuro, é agora.

E você? Está preparado?
Como se preparar?

Primeiro, você precisa entender o seu público. Hoje, as assistentes virtuais já tentam conversar conosco, no futuro conversarão de fato. Então, sua marca, e aqui entenda marca como, site, ecommerce, redes sociais, precisam também conversar com a audiência.

Pensa bem: ao procurar um imóvel para alugar, por exemplo, você diria a sua assistente virtual:

Por obséquio, estou deveras interessado em um imóvel provido de 3 pavimentos….

ou

Alexa, quero alugar um apartamento perto daqui com 3 quartos e pagar no máximo 10 dinheiros.
?

CONVERSAR!

Essa é a chave. Tão importante quando o SEO (mecanismo de busca do Google) é hoje, será a busca por voz.

A boa notícia é que, por enquanto, se você resolver o seu SEO bonitinho já estará a frente de 90% dos seus concorrentes.

Outra boa notícia é que as assistentes entendem perguntas, então, prepare seu site, artigo, ou produto para responder perguntas, no caso desse texto (que não vende nada então não se encaixa, mas imagine que sim) eu deveria propor tags calda longa do tipo:

– Que tipo de assistente virtual fará vendas pela internet?
– Por que devo deixar meu site otimizado para assistentes virtuais?
– Siri, Alexa e Google farão compras somente pela voz?

CONVERSAR!

E, claro, tem as más notícias.
Se estamos  afirmando que os melhores vendedores serão as assistentes, se você não tiver um site otimizado ficará no passado, não venderá.

Se você deixar para a última hora para otimizar seu site, irá demorar muito tempo para alcançar os seus concorrentes, afinal, o SEO ainda comanda.

Também há perguntas que serão respondidas em um futuro breve:
– As assistentes entregarão resultados patrocinados tais quais os anúncios Google de texto?
– Eu saberei disso?

Para finalizar, um exemplo:

Estamos no ano de 2021, você chega em casa, abre a geladeira e não há nada. Você precisa sair, vai encontrar com o amor da sua vida, então, você chama a sua assistente virtual – lembre-se para te atender ela precisa ouvir tudo o tempo todo – em nosso exemplo, será a Alexa da Amazon.

– Alexa, boa noite.
– Boa noite, Ediney.
– Alexa, marque um Uber para mim às 2oh em direção ao Restaurante Arvoredo.
– Alexa, faça uma reserva no restaurante Arvoredo para 20h30
– Alexa, repita minha última lista de compras no supermercado.
– ok, eu vou fazer isso.

Então, se você seguiu o conselho que eu te dei lá em 2019, o site do restaurante já estará preparado para administrar uma reserva vinda do assistente de voz. O Uber (isso já acontece) virá no horário combinado e o mercado (isso também já acontece) irá entregar compras no dia seguinte.

Investir em um site inteligente, rápido, responsivo e com SEO impecável não é mais algo a se pensar, em um futuro não mais longínquo que dois anos, será questão de sobrevivência, quem começar hoje, ou já estiver na corrida, com certeza, terminará (ou começará) na frente.

No fim, para a pergunta:
– Alexa qual é o melhor restaurante oriental de Curitiba?
A resposta não será exatamente o melhor restaurante oriental de Curitiba, mas sim, aquele restaurante que melhor souber desenvolver o seu site e suas palavras chaves. 😉

Comentários Facebook

 

VOLTAR

Por Ediney Giordani
em dentro de:
Divulgação SEO, Ecommerce, Ferramentas, marketing, Site, vendas